Lista 2015

Passei o ano inteiro fazendo listas diárias de tarefas. Poucas eu cumpri. Estiquei os prazos. Algumas realizei no momento. Outras em semanas ou meses. Algumas ainda estão por fazer. Embora traga uma efêmera sensação de organização, não adianta enquadrar no excel quem já nasceu bloco de notas. Mas... 
Há duas semanas do fim de 2014, ainda quero fazer duas listas. Sem grandes pretensões. (Esse é outro problema em dividir a vida em itens. Sempre nos super estimamos e a frustração chega por nossas próprias mãos). Não quero dizer, no entanto, que vou me acomodar. Quero dizer que eu vou dar o tempo da maturação das coisas. E deixar fluir... 
Bom! Das duas, uma é de tudo que quero fazer. Contudo, a lista mais importante é de tudo que eu não deixarei virar comigo o 2015.
Vai ficar a expectativa. Nem da porta vou deixar passar as ilusões. Não quero mais conviver também com o engodo da obrigação de ser quem não sou. Não vai passar o "sim" pra tudo. O medo eu vou sumir com ele. E a auto sabotagem enterrar no quintal. A baixa estima vai ficar eternamente pendurada na mais alta árvore. Ansiedade, você, que adora invadir território alheio, vou criar tramoias para demorar a chegar. Tomara que se perca no caminho! Seu amigo estresse já está preso numa jaula. Mas soube notícias de que ele descobriu o segredo da chave... Mas a estrada é longa até me alcançar. Fica quietinha incredulidade. Bye bye confusão mental. Beijos, devaneios tolos. Tchau, insegurança. E eu vou seguir assim. Amém! Ou não! Talvez...
Meu Deus, abençoe essa lista!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sadomasoquismo e sociedade

Poema de terça-feira

A paixão de Jesus nos dias de hoje