Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Coração vivente

Imagem
Tem oscilado entre o grito e o silêncio esse meu coração.  Desacreditado em esperança, anda transbordante em razão Asas mal podadas, desiludidas, quietas ficaram e esse coração passarinho, desde o ninho  amuou-se num canto a chorar e chorou batendo forte entre soluços, pensamentos e emoções afloradas
A solidão ajudou a encontrar a si mesmo sob a cruz e a espada Decidiu por fim na contradição e a momentânea pretensão  pareceu ter fundamento Abriu a porta  ao amigo tempo que secou suas lágrimas e apontou a luz tintilante na última gotinha salgada
o sol abriu-se em sorriso e o coração limpou-se outra vez aguardando a chegada de um tufão capaz de bagunçar tudo , ecoar sentimentos fervilhar em amor... mais um vez e sempre mais.
e sentiu novamente a brisa de liberdade dançar em si... felicidade. Coração que amarga e arde e é doce depois na mesma proporção.

O til

Imagem
Combinamos assim: fazemos nosso almoço de massinha e depois escrevemos a receita no caderno. Era tarde de domingo, meu primo Lucas, de 4 anos, e eu estávamos brincando com a "Fábrica Feliz" na casa da vovó Hilda. Fizemos alface, carne, abobrinha, cenoura e macarrão. Soletrei todas as palavras para Lucas, que as escreveu sem nenhum erro de português.
- Agora vamos escrever macarrão, Nathália.
- Beleza. Então escreve aí: M-A-C-A-R-R-A-O.
- M-A-C-A-R-R-A-O.
- Mas para fazer o som de "ão", precisamos colocar um tracinho em forma de curva na cabeça do "a". - pego a mão do Lucas e o ajudo, fazendo o traçado no caderno.- viu, só?
- Vi, mesmo. O tracinho é o til. Eu já sabia.

Julinha

Imagem
Nasceu bela e fica mais linda a cada amanhecer Os olhos disputam com o azul do céu e do mar e conseguem expressar a maravilha do viver as 'dobrinhas' demonstram saúde  o sorriso espalhado é elixir dos problemas
alva pele que emana luz e serenidade cheiro doce, alma branda e calma amor, amor, muito amor. Nasceu bela e cresce mais bela ainda, Julinha, minha maninha.