Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Sadomasoquismo e sociedade

Imagem
A onda do 50 tons de cinza me levou à curiosidade de assistir a um vídeo sadomasoquista de verdade. Uma mulher nua amarrada de cabeça para baixo, com pregos nos mamilos, braços e pernas com algemas, recebendo choques, chicotadas, introdução de ferros. A mais perfeita degradação. Meu coração doeu. Doeu em conhecer a submissão sexual humana às práticas tão contrárias à lei do amor. Contrárias porque não entra na minha cabeça uma política em que um domina e o outro se submete, em que a flagelação é entendida como um ato compreensível entre duas pessoas. 
Fiquei estarrecida em imaginar os extremos capazes de chegar o homem e a mulher em busca do prazer desmedido. Parei e pensei na vida. Qual é o real sentido dessa estrada? Talvez o sadomasoquismo reflita um pouco da sociedade em que vivemos. Tão ávida e completamente cega em contemplar buracos existenciais e tão necessitada de escalá-los, sem se dar conta que pulou. 
Fico imaginando qual é a compreensão de liberdade do ser humano pós modern…

Visita ao jardim de dentro

Imagem
Foi uma imersão em mim mesmo. Abri os olhos de dentro e vi Nathália, em frente ao portal de um jardim. Era grande, vasto e o céu estava azul celeste. Não havia nuvens. Era uma tarde luminosa. Compreendi. Havia conseguido acessar o jardim do meu coração. Começara uma viagem à minha alma. Entrei. Dava para ouvir o barulho do ranger das dobradiças enferrujadas. Lá dentro, a grama estava sendo cuidada. Algumas árvores davam frutos, outras, secas. Brotos e flores por todos os lados. Um banco de pedra.  Uma mesa com uma máquina de escrever ao fundo. 
De repente ouço alguém chamar meu nome em profunda alegria. É um homem. Não consigo ver seu rosto com nitidez por todo o tempo. Como quem acaba de acordar, enxergo flashes. Vejo de relance seu sorriso frouxo, em seguida o seu olhar verdadeiro e tão paterno. Mais que a fisionomia, eu consigo reconhecer a essência criadora, única e tão perfeita. É Jesus quem me recebe. Suas vestes longas brancas estão amarradas por um avental sujo de terra e, pa…